Crônicas, Londres

Lute por uma boa causa

12/08/2011
https://www.youtube.com/watch?v=ITJcparImeQ

12 de agosto de 2011

O tumulto em Londres completou uma semana e muitos atos de violência chocaram o país.

Em Hackney, norte de Londres, o quebra-quebra ocorreu na segunda-feira passada (8). Em meio ao caos, uma moradora teve a coragem de dizer o que pensava e deu uma lição de cidadania. Se você não entende inglês, leia a tradução abaixo.

Esta é a porra da realidade. Permitir que incendeiem o patrimônio das pessoas. Permitir que as pessoas botem fogo na loja dos outros que trabalharam tão duro para manter seus negócios. Vocês compreendem isso?Ela está trabalhando duro para ter um retorno nos negócios e aí vocês vem e querem queimar tudo? Para que? Só para dizer que você é um guerrilheiro ou um cara do mau? Isso tudo é sobre a porra de um homem que foi assasinado em Tottenham. Isso não tem nada a ver com diversão nas ruas e quebra-quebra geral. Acorda comunidade negra. Acorda! Faça isso por uma causa. Se você está lutando por uma porra de uma causa então lute por uma porra de uma causa. Vocês todos me deixam puta da vida! Eu tenho vergonha de ser uma moradora de Hackney porque nós não estamos todos juntos lutando por uma causa. Nós estamos fugindo da Footlocker (loja de calçados) e roubando sapatos. Bando de ladrãozinho de merda que vocês são.”

Ela tinha razão, pois ninguém mais citava o nome de Mark Duggan e a manifestação pacífica tinha se transformado em baderna.

Quem também sofreu com os vândalos foi o senhor Aaron Biber, de 89 anos que costumava abrir a sua barbearia às 6 da manhã para atender os clientes, mas logo no primeiro dia do tumulto o local foi depredado. O prejuízo estimado em £25 mil (R$ 66 mil) não o desanimou. “Eu quero continuar trabalhando”, ele afirmou em entrevista ao jornal London Evening Standard. Muitas pessoas se solidarizaram e arrecadam fundos para salvar a barbearia num total de £15 mil (R$39 mil).

Esta é a primeira vez que eu vejo tanta agressividade em Londres e confesso que estou assustada, porém há sempre alguém disposto a mudar e eu também luto por uma boa causa.

Até a próxima.

256 total views, 3 views today

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply